quarta-feira, 16 de julho de 2008

Espiral

A espiral que cresce... desenhada em galáxias...
A espiral que encolhe... encontrada em remoínhos de vento e de água...
A espiral petrificada... eternizada nas conchas...
De entre todas as formas, a espiral é talvez a que melhor representa a força cósmica em movimento.
A espiral harmoniza o uno e o múltiplo. A diversidade, os desdobramentos e as variações, brotam de um único ponto central. Em volta desse motor imóvel, nasce o próprio movimento, expansivo, como uma dança que tudo tende a abarcar.

3 comentários:

O Profeta disse...

Tens um dom!És diferente...o "Cósmos" é a tua casa...


Doce beijo

Multiolhares disse...

Adorei o teu poste, é verdade em tudo
existe uma espiral, que tanto pode ser
ascendente como descendente
beijos

Maria Clarinda disse...

Hoje tirei este pedaço da manhã para andar pelos blogs e encontrei o teu, uma coisa em comum...a fotografia aliada às palavras....
Este post foi escolhido porque eu adoro a espiral, o fio que uso sempre comigo tem uma espiral, comprada algures numa casa celta num dos países que ainda honram seus simbolos....e como tu o cosmos...é...
Jinhos

Um Anjo disse-me:
A nossa Fé dá-nos a força que precisamos quando tudo parece impossível.
As fotos deste blog são de minha autoria, à excepção das que são oferecidas pelos meus amigos. Todas estão devidamente identificadas.

Seguidores

Arquivo dos Universos

universos criados por aqui...