sábado, 13 de setembro de 2008

Eu queria

[Julho 1979]

Houve um tempo em que o tempo parecia nunca ter nascido,
era um tempo sem passado nem futuro,
era apenas o instante
e nesse momento tudo fazia sentido,
porque eu era todas as coisas boas da vida num dia só,
era sonho colorido,
pássaro livre,
céu infinito,
estrela cadente,
nuvem fugidia.
E agora, de tudo resta apenas a lembrança...
Mas eu queria tanto
voltar a desconhecer tudo o que agora procuro esquecer,
eu queria voltar a ser criança
nem que fosse só por hoje....

13 comentários:

O QUATORZE disse...

Boa Tarde
Belas palavras, nós seremos sempre crianças, basta nós querer-mos por momentos brincar.
Amizade
LUIS

Angel of Light disse...

"Mas eu queria tanto
voltar a desconhecer tudo o que agora procuro esquecer,
eu queria voltar a ser criança
nem que fosse só por hoje...."

Carlinha, minha doce irmã de luz!

Tu és criança... hoje e sempre! Procura a tua criança lá mesmo no fundo do teu lindo coração e deixa-a saltar cá para fora. A nossa criança interior é uma das nossas grandes dádivas.

Criei um link no meu blog para a voar mais directo até ti.

Beijinhos de Amor, Paz e Luz nessa maravilhosa criança que vive dentro de ti!

Pelos caminhos da vida. disse...

Obrigada pela visita!

Eu tb queria voltar a ser criança,brincar,sorrir...
Bom fim de semna.

beijooo.

Sonhadora... disse...

A criança q existe em nós, nunca vai deixar de existir...então se dê pelo menos um dia e deixa ela falar por vc.

bjos!

Kleine Hexe disse...

Como eu te entendo e sinto!
Apenas te posso te dar a mão amiga...porque demore o tempo que demorar essa crinça guardada a sete chaves vai nascer. Mas o caminho é feito de solidão e de silêncio...

Muitos Beijinhos

Multiolhares disse...

Quando somos pequenos não sabemos que somos felizes,
Quando crescemos o sofrimento vai-nos fazendo
Esquecer que não podemos esquecer a criança que sempre viverá
Em nós, por vezes temos de parar e querer ser nem que seja só um dia
Fazer reviver essa criança, para descobrirmos, que se procurarmos a simplicidade a inocência a vida pode novamente fluir
beijinhos

mariam disse...

Olá
...felizes aqueles que nunca deixam de mostrar a criança que neles há... porque todos a lá tem, só que, ou por vergonha, medo, tristeza... a escondem ou a ignoram...

cheguei das abençoadas férias, voltarei aqui de novo para ler os outros posts...

bom fim-de-semana
um sorriso :)

mariam

Fernando Souza disse...

olá carla, por favor, tamanho não volta, físico não volta, mas alma sim. quando criança, temos alma, e menos cabeça. não perca nunca sua alma e será sempre criança, nao ligue muito pra sua cabeça, vá fundo viver as coisas simples da vida. sejamos felizes! um brinde! obrigado por apresentar seus sentimentos aqui.

muitos abraços cobertos de luz,
fernando.
http://neo-bio-blog.blogspot.com

Ricardo Correia disse...

Dentro de nós próprios existe uma criança que está connosco vezes demais.. temos de saber puxa-la do fundo da nossa memoria e saber viver com a sensação que andamos anos parar trás... Com carinho..
Correia

janelasdavida disse...

Ah, querida amiga Sofia!
Teu poema é lindo! Linda a tua foto com o gato... Vc tbm me fez lembrar da minha infância... Sabe, comecei a escrever algumas memórias da minha vida, principalmente da época de criança, no intuito de que elas nunca sejam corroídas pelo senhor tempo a ponto de esquecê-las...

Gosto muito desse poema:

Meus oito anos


"Oh! que saudades que tenho
Da aurora da minha vida,
Da minha infância querida
Que os anos não trazem mais!
Que amor, que sonhos, que flores,
Naquelas tardes fagueiras
À sombra das bananeiras,
Debaixo dos laranjais! (...)"

Um beijo!

Cátia disse...

Carla, é lindo o teu post! quando era pequena tinha muita pressa de crescer e diziam me sempre para gozar sem ter pressas! agora, cada vez mais, noto que gostava que o tempo voltasse atrás!seria tão bom...
beijinho grande

D.Antónia Ferreirinha disse...

A mim querida, a falta de tempo anda a atormentar-me demais.
Beijinhos.

Ni disse...

Hoje e sempre... conseguiste.

Está aí... a alma.

Bjinhos

Um Anjo disse-me:
A nossa Fé dá-nos a força que precisamos quando tudo parece impossível.
As fotos deste blog são de minha autoria, à excepção das que são oferecidas pelos meus amigos. Todas estão devidamente identificadas.

Seguidores

Arquivo dos Universos

universos criados por aqui...