quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Sem pressas...

A sociedade impõe no quotidiano um ritmo acelerado... Os que gostam de viver cada momento tranquilamente, sentem-se por vezes desfasados da correria do relógio.
Julgo que é necessário uma nova consciência, um pouco à semelhança do «movimento slow», prática que começa a fazer parte do dia-a-dia em muitos países do Norte da Europa. Para quem o «movimento slow» é um conceito novo, trata-se de um estilo de vida que procura gerir harmoniosamente o tempo que dedicamos ao trabalho e o tempo de lazer.
A adopção de tal consciência enfrenta como primeiro obstáculo a interiorização. É bastante difícil modelar mentalidades (mudar é quase impossível).
Será tudo isto uma utopia? Talvez, mas as grandes mudanças começam com os pequenos pormenores.
Não será altura de renovarmos e actualizarmos a nossa atitude perante a vida e o mundo?
É que na verdade é possível fazer melhor se não nos sentirmos pressionados. Sem pressão há maior elasticidade mental, receptividade e condições para a criatividade.
Que tal fazermos uma coisa de cada vez e dedicarmos mais tempo a nós próprios, à nossa família e amigos. Fazer do tempo, o tempo da nossa vida em vez de corrermos atrás dele?

10 comentários:

NOCTURNO disse...

Belo conceito de vida sem dúvida, mas além de nós teremos que rever o contexto da sociedade em que estamos inseridos.

O exemplo vindo de cima será um bom principio.

Beijo nocturno

João Videira Santos disse...

Um remate perfeito para um final...

"...Fazer do tempo, o tempo da nossa vida em vez de corrermos atrás dele"

Sunshine disse...

Não gosto de correrias nem de atropelos, não gosto de horas nem de minutos. Gosto de um tempo que não seja segmentado onde com calma possa saborear a vida.
Beijinhos com raios de sol

Pedro Barata disse...

Infelizmente hoje em dia, e cada vez mais, parece mesmo que corremos atrás do tempo...

Bjinhos

O QUATORZE disse...

Boa Tarde
É verdade que existe muito tempo desperdiçado e muito tempo ocupado, mas há tambem o desorganizado e o que convên organizar, dentro do bem feito e mal feito há muita hora perdida no espaço tempo.
Amizade
LUIS 14

em azul disse...

Falas de qualidade de vida. Penso ser possível tê-la. Acho imprescindível lutar por ela.
Beijo
em azul

Pelos caminhos da vida. disse...

Estou precisando aprender a diminuir essa pressa minha.

beijooo.

Coragem disse...

Já pertenço ao "movimento slow" sem fazer a minima ideia ;)

É assim que sinto a minha vida, por vezes sinto-me atropelada, pelo tempo dos outros...

Beijinho

Hugo Gomes disse...

Viva o movimento slow...
Que palavras sábias! O raio do tempo!! Uma semana voa.. A sensação que tenho é a de estar numa máquina infernal que não para sugando a energia dum modo desmesurado.
A fotografia ficou bem slow...Gostei acompanha bem o texto.
Bjs

Safira disse...

Em primeiro lugar: adoro essas meias! ;)

Sobre o resto: que bom seria conseguir arranjar tempo para ter tempo. Tens razão, a pressão mata-nos. Mas ao ritmo louco dos dias, dos mandos e desmandos dos patroes, da tua própria resistência que acaba por quebrar, como é que se consegue afastar a pressão e parar de correr atrás do tempo?

Beijinhos

Um Anjo disse-me:
A nossa Fé dá-nos a força que precisamos quando tudo parece impossível.
As fotos deste blog são de minha autoria, à excepção das que são oferecidas pelos meus amigos. Todas estão devidamente identificadas.

Seguidores

Arquivo dos Universos

universos criados por aqui...