quarta-feira, 22 de outubro de 2008

A Teia: Rede, Apego ou Fragilidade?

Quando uma aranha tece a sua teia, nós dizemos que o faz porque assim a natureza o determina. A aranha reage instintivamente, mas para nós a teia pode ser objecto de contemplação estética. É indiscutível que uma teia seja uma construção extraordinária, de uma extrema beleza e que a ela podemos associar um horizonte ilimitado de significados.
Eu podia pensar a teia como rede, comunição e interligação de vários pontos distintos. Metáfora dos próprios acontecimentos da vida e da relação entre os seres no mundo. Apesar de sermos únicos, estamos todos ligados nesta grande trama. E quando algo acontece num lugar ou a alguém dessa teia é desencadeada uma onda vibratória que percorre toda área. Essa teia canta e informa todas as partes que a constituem. Associando esta imagem aos acontecimentos, sempre que ocorre um fenómeno novo ele terá a sua repercussão.
Também posso pensar na teia como apego. Voltando à aranha. Ela contrói a sua teia sem se apegar a ela. Mas nós seres humanos, também tecemos muitas teias - de emoções, sentimentos, sonhos e temores, segredos e desejos. Por vezes, teias complexas e sobrepostas e quando percebemos estamos presos aos fios. Em vez de conseguirmos contemplar o conjunto da rede, distanciados, descobrimo-nos perdidos e agarrados a ela...
Por fim, poderei pensar na teia como fragilidade. De uma beleza exuberante, mas efémera. Com ela, a aranha sustenta o seu alimento, só que basta um imprevisto e a teia é destruída num abrir e fechar de olhos. Quantas coisas consideramos belas e cheias de valor mas que têm a sua prosperidade presa por um fio?
CarlaSofia

23 comentários:

Pelos caminhos da vida. disse...

Carla que lindo o que vc escreveu,dentro de uma realidade mesmo.

Obrigada pela visita.

Um gde abraço,e uma boa noite.

beijooo.

em azul disse...

É um trabalho árduo e visualmente muito bonito.
Beijo
em azul

Derfel disse...

Saudações

O modo como consegues, de um exemplo simples da Natureza, explicar e encarar situações tão profundas da Vida, e ao mesmo tempo tão práticas, indo buscar as qualidades e os defeitos comuns (ou não) entre as realidades é Lindo e, mais do que isso, Raro.

Os exemplos reais de Interligação, de Apego e de Fragilidade mostram-nos, com uma visão bastante abrangente, a Vida, a Realidade, o Mundo de um modo Total, e lembras-nos de que não estamos sós, e que é SEMPRE possível ver além do óbvio.

Agradecido pela partilha.

Knight_Derfel
"Há sempre LUZ dentro de nós"

Pedro Barata disse...

Simplesmente fantástico este texto...

Bjinhos e parabéns

D.Antónia Ferreirinha disse...

Fantástica essa teia e todo o significado a ela atribuido.
Beijinhos filósofos.

Hugo Gomes disse...

O texto da teia está poderoso!! Gostei muito.
Sempre com uma fotografia muito ligada ao tema parabéns.
Bjs

Gata Verde disse...

Bela analogia...

beijinhos

O Profeta disse...

Perdi- na tua teia de sublimes paravras...na beleza delas...



Doce beijo

Deusa Odoyá disse...

Olá minha nova amiga.
Que lindo pensar.
A mais pura realidade de uma vida.
Parabéns, um lindo texto, que nos faz refletir em ações.

Beijos amiga.

Regina Coeli.

Nuno de Sousa disse...

Bela teia, bonita imagem e um belo texto. Bjs e um bom fds

LuzdeLua disse...

Que postagem linda.
Passando para deixar aqui meu abraço, te ler e desejar um excelente findi semana.

"Segue o teu destino...
Rega as tuas plantas;
Ama as tuas rosas.
O resto é a sombra
de árvores alheias"
(Fernando Pessoa)
Bjs

Tuza disse...

olaaaa!

lindo texto, me encantou!
gostei da comparação da teia da aranha com a nossa teia da vida real!

bjooooooooo

mariam disse...

Carla Sofia,
belíssimo texto! e que realística comparação... cada vez mais à nossa volta, vemos "belas" teias d'aranha... algumas efémeras... mas outras, duram que se farta e causam a final, grandes mossas....

bom fim-de-semana
um sorriso :)

mariam

Sunshine disse...

Engraçado li à pouco um post sobre as aranhas...
Os segredos que desvendas a aprtir de algo tão simples e aparentemente tão banal.
Beijinhos com raios de sol

Pelos caminhos da vida. disse...

carla dê uma passadinha lá no outro blog meu,tem selinhos pra vc tb.

beijooo.

janelasdavida disse...

Oi, amiga, senti tua falta... pq sumiste? Pq esqueceste da teia que nos liga além mar? Cada blog é um fio de uma teia que nos ligam uns aos outros...

janelasdavida disse...

Humm, senti uma suave brisa a tocar-me a face... foi um beijo teu? Quero sentir esse ventinho bom mais vzs... Tenha um ótimo domingo, minha amiguinha! Que vc tbm possa sentir um suave beijo meu...

Maripa disse...

Que lindo texto...tão bem urdido!

A teia, um trabalho caprichoso, onde se encaixa a realidade da vida...

Beijo carinhoso.

Agradecida pela tua visita,volta sempre.

Multiolhares disse...

penso que a maior diferença entre nós e os animais
é que as aranhas fazem as teias sem apegos e as nossas
devido aos nossos egos só nos causam sofrimento
beijos

Carla Silva e Cunha disse...

gostei muito

parabéns pela iniciativa

http://www.arte-e-ponto.blogspot.com

Fernando Rodrigues disse...

Simplesmente maravilho!
Um bju

Fernando

Safira disse...

Post com letra grande. A reler, com toda a certeza.
E olha que eu nem gosto de aranhas! ;)
Beijinhos

Maria Clarinda disse...

Sem sombra de dúvida um dos mais belos textos teus que li...obrigada por ele!!!

Um Anjo disse-me:
A nossa Fé dá-nos a força que precisamos quando tudo parece impossível.
As fotos deste blog são de minha autoria, à excepção das que são oferecidas pelos meus amigos. Todas estão devidamente identificadas.

Seguidores

Arquivo dos Universos

universos criados por aqui...