domingo, 9 de novembro de 2008

Hora Mágica


Existe uma expressão que designa o momento em que a Natureza entra em estado de silêncio: a hora mágica.
Nesse instante todos os sons cessam e o observador toma consciência da totalidade do silêncio.
Acredito que esse momento pode ocorrer em tempos diferentes e depende da nossa interacção com a Natureza
Eu lembrei-me de que esta hora mágica pode ser comparada a um momento da respiração. Senão vejamos. Qualquer respiração consciente envolve quatro fases: inspiração, retenção com ar, expiração e retenção sem ar. Então imaginemos que a Natureza é um organismo complexo e completo e, como tal, ela própria respira. Ao inspirar ela recupera a energia necessária para, na retenção de energia, preparar a criação da vida. Essa criação é gerada na expiração. Durante a fase de expiração a vida fervilha por todo o lado. Mas porque a vida se regenera e o velho tem de dar lugar ao novo, é preciso que haja um momento de vazio, de despojamento. Esse momento é silencioso, onde reina uma paz indescritível, uma serenidade inefável. Nesse instante, o vento pára, o mar acalma, a Lua cristaliza-se ou o Sol sustém o seu brilho. Tudo parece adormecido. Mas na verdade, a Natureza não dorme, ela apenas se consciencializa desse despojamento e abre espaço ao vazio. Quando volta a inspirar, traz de novo energia a algo que só ter pode nascer do vazio.
A hora mágica é o vazio cheio que sentimos como seres integrantes e envolventes da dinâmica prânica da natureza...
CarlaSofia

20 comentários:

Multiolhares disse...

Adorei o teu poste esta de uma sensibilidade harmoniosa com o todo,
nós fazemos parte da natureza, e quando conseguimos entrar nessa armonia sentimos a verdadeira essência divina
lindo
beijinhos

LuzdeLua disse...

"Não haverá borboletas se a vida não passar por longas e silenciosas metamorfoses."
Rubem Alves

Passando para te ler, deixo aqui um abraço amigo e bons desejos pra semana.

Jorge Pessoa e Silva disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jorge Pessoa e Silva disse...

A hora mágica pode ser também a hora do máximo sofrimento, analisando do ponto de vista humano. Porque quem está em paz consigo, em união com o mundo e acredita na vida, sabe perfeitamente que a seguir ao vazio tudo recomeça de novo, com nova inspiração.

Quem não está em paz consigo, vive da dúvida, recusa a aliança com os outros e a natureza, encara o vazio com medo. Ansioso pela próxima inspiração, receoso que ela não chegue a horas, irritado por ter recomeçar sempre, sendo que nenhum desses ciclos deve ser encarado como garantido.

E eis como o mesmo vazio é a renovação e a esperança para um e o medo para outro. No fundo, o que nos diferencia é a maneira como encaramos a vida.

Beijinho

Maripa disse...

Gosto da hora mágica,a hora em que o silêncio me preenche e me enche desse "vazio cheio" que tão bem defines...

Beijo amigo, Carla Sofia.

nas asas de um anjo disse...

adorei este post, tem o seu quê de introspectivo em mescla de holístico, combinação q acho essencial para a nossa senda de felicidade!

schiuuuuu...é tão import, tão mágico...

bjs e boa semana

NOCTURNO disse...

Um renascer silencioso onde todos os sons se misturam e surgem com toda a naturalidade.

Um silêncio transcendente que nos prende a respiração.


beijo

Marta Vasil disse...

Cheguei a este espaço através de Nas asas de um anjo e fui percorrendo algumas das suas postagens.
Gostei muito do que vi e li. Um espaço muito diversificado, apelativo com algumas postagens que nos conduzem a reflectir sobre nós e sobre o que nos rodeia. Parabéns e desculpe a intromissão.


"Nesse instante todos os sons cessam e o observador toma consciência da totalidade do silêncio."

Ao ler quase parei no tempo a lembrar instantes destes que passei nos sítios mais recônditos dos Açores. É mesmo como diz, entramos pela porta do silêncio e ouvimo-nos a nós próprio num diálogo profundo com a natureza.

MV

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Carla, belo post...Espectacular...
Beijos

mundo azul disse...

...sim!
Uma grande e mágica respiração que mantém a vida!

Lindo o que você escreveu!


Beijos de luz e o meu especial carinho...

em azul disse...

É o momento exacto da meditação...

"Try not to get worried
Try not to turn on to problems that upset you
oh Don't you know everything's alright, yes
Everything's fine
And we want you to sleep well tonight
Let the world turn without you tonight
If we try
We'll get by
So forget all about us tonight"

Leio e recordo músicas... ao ler-te lembrei-me de Jesus Cristo Superstar.
Um beijo
em azul

ps - nota que meditar é não pensar em nada e não, pensar no assunto (como se costuma ouvir dizer).

João da Silva disse...

Delícia de post! Já consegui, em alguns momentos, "comungar" com a natureza, como Sidarta fazia: sentir o rio, entrar em harmonia com suas águas caudalosas; harmonizar-me com os pássaros, balançar os pensamentos junto com o farfalhar das árvores...
São raros e magníficos momentos.
Beijos carinhosos do João

Derfel disse...

Saudações

Mas que bela forma a tua de explicar a Natureza... :)

Gaia vive, e como tal respira, procria, sorri, etc...

Resta-nos saber apreciá-la, e ajudá-la.

Agradecido pela partilha

Knight_Derfel
"Há sempre LUZ dentro de nós"

Angel of Light disse...

Olá linda irmã de Luz!

Eu não digo que os teus textos... o teu sentir... são fantásticos?

Tantas horas mágicas já "passámos" e tantas virão por aí... e ainda bem! A nossa mãe Terra, Gaia, precisa da nossa ajuda, do nosso apoio. Passemos a fazer das nossas horas mágicas, o seu estado de silêncio... as horas mágicas da nossa Terra, para que o "vazio cheio" passe a fazer parte constante das nossas vidas.

Cobro-te de luzinhas de um rosa com uma película de platina!

Beijinhos de Amor, Paz e Luz!

p.s.: Recebeste o meu e-mail? =)

nas asas de um anjo disse...

oi linda
olha, descobri agora este link, não sei se o conheces mas eu acho-o útil, aqui fica:

http://www.lusosofia.net/index.php

bjs

Pelos caminhos da vida. disse...

Todos temos nossas horas mágicas!!

beijooo.

Só Eu disse...

Só mresmo para te deixar um beijinhos soprado desde as "ramblas"
Beijinhos e Hasta ya!
Ricardo

Safira disse...

A muitas Horas Mágicas!
Beijinho

Pedro Barata disse...

Mais um excelente post, Carla. Parabéns!!!

Bjinhos

Daniel Foschetti Gontijo disse...

me veio aquela vontade de voltar a meditar...

Um Anjo disse-me:
A nossa Fé dá-nos a força que precisamos quando tudo parece impossível.
As fotos deste blog são de minha autoria, à excepção das que são oferecidas pelos meus amigos. Todas estão devidamente identificadas.

Seguidores

Arquivo dos Universos

universos criados por aqui...